Episódio 12 – RBI: O tempo é agora!

Avatar rbidoc.com | 12/10/2021

Ninguém é pequeno demais para fazer a diferença. Um projecto como o RBI depende de todos nós, nas mais variadas áreas da sociedade. Onde todos, mas mesmo todos podemos fazer algo para mudar o rumo da História.  

Se queres ajudar já a debater este tópico a nível Europeu assina e partilha a Iniciativa de Cidadania Europeia para que a Comissão Europeia inicie esta experiência. Temos até 25 de junho de 2022 para recolher na União Europeia 1 milhão de assinaturas.

Se acompanhaste os 11 episódios, não podes perder o último. Vem daí conhecer o RBI.

Saber mais

Oradores

Roberto Merrill

VER ENTREVISTA COMPLETA (BREVEMENTE)

Roberto Merrill é professor auxiliar do Departamento de Filosofia da Universidade do Minho, onde dirige o mestrado de Filosofia Política. É investigador do Centro de Ética, Política e Sociedade, onde dirige o projecto de investigação sobre “Rendimento Básico Incondicional”, composto por uma equipa de investigadores de reconhecido mérito internacional.

(http://ceps.ilch.uminho.pt/researchers/17 )Além de ter assumido a presidência da Associação Portuguesa pelo Rendimento Básico Incondicional (http://rendimentobasico.pt/associacao-rbi-p/ ), é também, professor auxiliar convidado no mestrado em Políticas Públicas do ISCTE e investigador associado do CEVIPOF (Sciences Po-Paris).

VER ENTREVISTA COMPLETA (BREVEMENTE)

Dagogo Altraide, mais conhecido como ColdFusion, é um Youtuber australiano, empresário, produtor musical, autor e influenciador. 

A criação do canal do Youtube “ColdFusion” assistiu a um crescimento estrondoso, havendo chegado ao astronómico número de 2,3 milhões de assinantes, o qual, além de apresentar variados conteúdos (música e documentários por exemplo), serve como plataforma de debates sobre Ciência e Tecnologia, cujos vídeos têm aparecido profusamente em museus, salas de aula e exposições. 

O canal tem neste momento uma parceria com a TEDx e tem trabalhado com várias marcas, onde se destaca a Intel. (https://www.youtube.com/channel/UC4QZ_LsYcvcq7qOsOhpAX4A )

VER ENTREVISTA COMPLETA (BREVEMENTE)

Manuel Carvalheiro Dias é Vigário Episcopal para a Pastoral Diocese de Coimbra

Apresenta um vasto serviço pastoral, onde se destacam as funções de director do Instituto Diocesano de Comunicação; presidente do Conselho de Administração do Colégio de São Teotónio; director da Escola Diocesana de Teologia e Ministérios e da Escola Diocesana de Música Sacra.(http://www.anuariocatolicoportugal.net/dioceses/ficha_padre_paroquia.asp?cleroid=2974&dioceseid=7 ) (https://www.diocesedecoimbra.pt/dados/presbiteros;414 )

VER ENTREVISTA COMPLETA (BREVEMENTE)

Rogério Charraz é um cantautor português. 

Em 1994, formou com o amigo Rogério Oliveira a banda União de Loucos que em 1999, prestes a editar o álbum Madrigal, mudou de nome para Boémia. Em 2003 foi lançado o segundo álbum, Semente, com as participações especiais de Luís Represas, Luís Pastor e Fausto Bordalo Dias.

Fausto acabou por convidá-los a participar na gravação de A ópera mágica do cantor maldito. Terminou a ligação aos Boémia, em Fevereiro de 2007, e formou o Rogério Charraz Trio com Paulo Monteiro e Rui Cabral. Com a saída de Paulo Monteiro para França refizeram a banda passando a contar com João Coelho e Luís Pinto. 

Participaram na II edição do Festival Cantar Abril, com os originais “Liberdade” e “A dita dura“.

Conheceu Sílvia Nazário e Cláudio Kumar e formaram o projecto Sotaques, havendo levado o espectáculo a várias salas.

Em 2010 iniciou a gravação do seu primeiro disco a solo e participou também nas Festas do Mar, em Cascais.

Em 2011 voltou a participar no Festival Cantar Abril onde venceu o prémio Ary dos Santos com o tema “Pára, olha, escuta e avança“. Em Junho participou no novo disco de Fausto Bordalo Dias.

Em Outubro de 2011 foi lançado o álbum de estreia, “A Chave”, com 11 canções originais e duetos com Ana Laíns, José Mário Branco e Rui Veloso. Quatro temas integraram a banda sonora de Pai à Força e o “Grito Vagabundo” fez parte da banda sonora da telenovela da TVI, Louco Amor.

Em 2014 foi lançado o segundo disco “Espelho” que contou com nomes como Sensi, Luanda Cozetti, Dany Silva e Miguel Calhaz. Colaborou depois com Rui Pregal da Cunha numa nova versão de “Se me perguntas a mim agora”.

O álbum “Não tenhas Medo do Escuro”, gravado em 2016 após o sucesso de uma campanha de “crowdfunding”, é composto por 11 canções. 

Por fim, cumpre aludir ao projecto denominado “O Coreto” (em conjunto com José Fialho Gouveia), que nasceu de um fascínio de longa data de Rogério pelos coretos enquanto símbolo cultural e elemento arquitectónico. Na construção deste trabalho juntou-se Luísa Sobral na produção musical.

Um disco que é uma história de amor com várias páginas nas entrelinhas: o desencanto com o dia-a-dia na cidade, o retrato da vida nas aldeias, as assimetrias entre o litoral e o interior, os dilemas de quem parte e de quem fica.

VER ENTREVISTA COMPLETA (BREVEMENTE)

Karl Widerquist, Filósofo e professor de Filosofia na Georgetown University-Qatar, é especialista em matérias de justiça distributiva.

Possui dois doutoramentos, em Teoria Política pela Oxford University e Economia pela City University of New York.

Editor fundador da revista ‘Basic Income Studies’ e autor de vários livros. Publicou também mais de vinte artigos académicos em revistas conceituadas como a ‘Raisons Politiques’, em áreas tão diversas como Economia, Política, Filosofia e Antropologia.

Foi co-presidente e vice-presidente do BIEN (Basic Income European Network) e um dos fundadores da US Basic Income Guarantee Network.

VER ENTREVISTA COMPLETA (BREVEMENTE)

Joacine Katar Moreira é uma historiadoraactivista e política Afro-Portuguesa.

Foi eleita deputada ao Parlamento português pelo partido LIVRE, havendo passado numa fase subsequente, à condição de deputada não-inscrita na Legislatura transacta.(https://www.parlamento.pt/DeputadoGP/Paginas/Biografia.aspx?BID=6540 )

VER ENTREVISTA COMPLETA (BREVEMENTE)

Francisco Miranda Rodrigues é o actual Bastonário da Ordem dos Psicólogos. 

Psicólogo, especialista em Psicologia do Trabalho, Social e das Organizações e em Psicologia da Saúde Ocupacional, é ainda consultor comportamental e em matérias de Liderança.

Enquanto psicólogo, exerce actividades na direcção e gestão de recursos humanos, qualidade, ambiente e higiene, saúde e segurança no trabalho, treino de competências de comunicação, sócio-emocionais, mediação e resolução de conflitos. 

É também consultor em desenvolvimento pessoal e organizacional, insights comportamentais, liderança, eficácia pessoal e de equipas, e especialista em gamificação.Tem formação pós-graduada em psicoterapia e aconselhamento educacional na Associação Portuguesa de Terapias Comportamental e Cognitiva (APTCC) e é doutorando em Psicologia Clínica na Faculdade de Psicologia da Universidade de Lisboa.

VER ENTREVISTA COMPLETA (BREVEMENTE)

Alfredo Cunhal Sendim é o mentor da Herdade do Freixo do Meio em Montemor-o-Novo – onde estão disponíveis mais de 600 hectares integralmente dedicados à produção biológica.

Em jovem trabalhou nas artes da pesca no Algarve (em Ferragudo), com a pretensão de um dia vir a ser pescador. Porém, rapidamente se apercebeu que é nos terrenos alentejanos que navega ao leme do sonho de criar um paraíso na Terra, considerando o agro-ecossistema Montado o futuro e a salvação do planeta.

VER ENTREVISTA COMPLETA (BREVEMENTE)

Susana Fonseca é membro da direcção da ZERO - Associação Sistema Terrestre Sustentável e coordenadora da área temática “Sociedades Sustentáveis e novas Formas de Economia”.

Doutorada em Sociologia pelo Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa (ISCTE), Instituto Universitário de Lisboa, é investigadora de pós-doutoramento no Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa. 

A sua área de eleição prende-se com a Sociologia do Ambiente, tendo colaborado em vários projectos de investigação sobre os temas da percepção de risco, representações sociais, movimentos sociais, energia e ambiente e saúde.

Faz parte do grupo de fundadores da Coopérnico – Cooperativa de Desenvolvimento Sustentável, CRL. Foi membro da Direcção Nacional da Quercus – Associação Nacional de Conservação da Natureza entre 2003 e 2011 e fez parte da equipa do programa Minuto Verde desde o seu início e até ao final de 2015. Foi ainda membro do Conselho Nacional de Ambiente e Desenvolvimento Sustentável em representação das ONGA nacionais entre 2007 e 2013.

VER ENTREVISTA COMPLETA (BREVEMENTE)

Rui Pereira é o Coordenador do pioneiro projecto piloto de RBI em Alcácer do Sal (sua terra natal). É licenciado em design multimédia pela Universidade da Beira Interior e é formado em Educação Executiva e Liderança pelo MIT- Massachusetts Institute of Technology, nos Estados Unidos da América.

VER ENTREVISTA COMPLETA (BREVEMENTE)

Philippe Van Parijs é um filósofo e economista político belga, conhecido como precursor moderno e principal defensor do Rendimento Básico Incondicional.

É um dos fundadores do BIEN (Basic Income European Network) que em 2004, passou a denominar-se “Basic Income Earth Network”, da qual é Presidente. 

Autor de várias obras literárias, estudou Filosofia, Direito, Economia Política, Sociologia e Linguística na Universidade de Saint Louis (em Bruxelas), e nas universidades de Louvain, Oxford, Bielefeld e Califórnia (Berkeley). Possui doutoramentos em Ciências Sociais (Louvain) e Filosofia (Oxford).

É professor da Faculdade de Ciências Económicas, Políticas e Sociais da Universidade Católica de Louvain, bem como, professor visitante na Universidade de Harvard e no Instituto KuLeuven de Filosofia.

Trabalhou ainda como professor visitante em diversas Universidades de todo o mundo, tais como de Amesterdão, Manchester, Siena e Quebec (Montreal), a Academia Russa de Ciências, a Academia de Ciências Sociais da China, a Universidade Autónoma de Barcelona, a École Normale Supérieure em Paris e a Universidade Federal do Rio de Janeiro.

É membro da Academia Real de Ciências da Bélgica, Academia Real de Artes da Bélgica, Instituto Internacional de Filosofia, Academia Europeia de Artes e Ciências e da Academia Britânica. 

Em 2001, recebeu o Francqui, o mais conceituado prémio científico belga, concedido anualmente desde 1933 pela Fundação Francqui, em reconhecimento às conquistas de pesquisadores belgas com idade inferior a 50 anos.


188 Views 0 Ratings Rate it

Comentários

Este artigo tem no responses.

Deixar um comentário